Resenha: A menina e a Neve

Leia mais

Resenha: Amor Imortal

Leia mais

Resenha: Fragmentados

Leia mais

Nail arte literária: A Lista

Leia mais

11/01/16

E mais um ano se passou...

Há exatos quatro anos atrás eu publicava o primeiro post do blog, convidando vocês a entrarem comigo nessa aventura que foi criar o Escrevendo Mundos. Como o tempo voa, não é mesmo? Nesse tempo conquistei muitas parcerias e perdi algumas no caminho, novos leitores chegaram e alguns infelizmente me deixaram, mas o tempo todo o blog permanecia aqui, firme e forte, mesmo nos momentos em que o desânimo bateu e a minha dedicação ao blog não era mais a mesma.


Acho que 2015 foi o ano em que eu mais me afastei no blog, a ponto de pensar em desativá-lo - na verdade, acho que todo blogueiro já passou por isso, independente do motivo - mas ele já fazia parte de mim e preferi deixá-lo ali, guardado no cantinho, do que acabar com ele de vez.

Como sempre fazemos todo ano, para 2016 fiz várias promessas e entre elas esta o Escrevendo Mundos. Prometi me dedicar mais a ele e torná-lo não só uma máquina produtora de resenhas, mas um blog em que eu compartilhe tudo o que me agrade.

Só queria agradecer a cada comentário, curtida, visualização, a cada seguidor que dedicou um pouquinho do seu tempo para dar uma passadinha no blog e a todos os parceiros que acreditaram na capacidade do blog. É por vocês que eu seguirei firme e forte e tentarei trazer o melhor para cá!

Parabéns pelos quatro anos de vida Escrevendo Mundos e que venham muito mais!


15/12/15

Resenha :: A Menina da Neve

Olá, amores! Tudo bem com vocês?

Hoje eu trago para vocês a resenha de um livro que me surpreendeu mais do que eu poderia imaginar. Gostei tanto dele que não poderia deixar de contar um pouquinho sobre ele para vocês. Confiram!

A Menina da NeveLivro: A Menina da Neve
Autora: Eowyn Ivey
Editora: Novo Conceito
Páginas: 350
Nota: 
Sinopse: Alasca, 1920: um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando cada vez mais um do outro. Em um dos raros momentos juntos, durante a primeira nevasca da temporada, eles constroem uma criança feita de neve. Na manhã seguinte, a criança de neve some. Dias depois, eles avistam uma criança loira correndo por entre as árvores. Uma menina que parece não ser de verdade, acompanhada de uma raposa vermelha e que, de alguma formam consegue sobreviver sozinha no frio e rigoroso inverno do Alasca. Enquanto Jack e Mabel se esforçam para entender esta criança que parece saída das páginas de um conto de fadas, eles começam a amá-la como se fosse sua própria filha. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam, e o que eles aprenderão sobre essa misteriosa menina irá transformar a vida de todos.

Resenha

O livro conta a história de Jack e Mabel, um casal que se mudou para o Alasca para recomeçar as suas vidas. Eles não podiam ter filhos e se afastar da família com todos os bebês que chegavam e dos olhares piedosos que recebiam, parecia ser a melhor solução, mas a vida de fazendeiros se mostrou mais difícil do que eles imaginavam e a cada dia o casal ficava mais distante um do outro.


A primeira nevada trouxe com ela um pouco união e felicidade para o casal. Enquanto a neve caia eles finalmente se divertiram, depois de muito tempo, com guerra de bolas e um boneco de neve, ou melhor, boneca de neve.

No dia seguinte entretanto, a boneca estava destruída e o cachecol e luvas que Mabel havia posto tinham desaparecido. Coincidentemente, uma jovem menina apareceu utilizando os acessórios que estavam no boneco de neve e Mabel logo se lembrou da história que seu pai lhe contava quando era mais nova, de um boneco de neve que havia ganhado vida e virado uma criança de verdade.


Jack por outro lado se recusava a acreditar nessa história, mesmo que a menina sumisse nas outras estações e só voltasse quando a neve cobria novamente o chão, ele não podia acreditar que Faina era um ser mágico, mas sabia que algo nela era diferente de todas as outras pessoas.

Era fantástico e impossível, mas Mabel sabia que era real - ela e Jack tinham feito com neve e galhos e capim congelado. A verdade a impressionou. A criança não apenas era um milagre, como também era criação deles. E ninguém cria vida e a abandona.

O livro conta como Mabel e Jack enfrentaram a situação em relação a Faina e conta todo o progresso que eles fizeram como fazendeiros e como casal também. Através dos personagens a autora passa várias mensagens tocantes no decorrer da história, seja através dos vizinhos ou da pequena e já vivida, Faina.

Os personagens foram tão bem constituídos que eu podia jurar que ela pegou pessoas e simplesmente descreveu como elas eram. Aliás, o livro todo foi muito bem constituído, Eowyn Ivey desenvolveu com maestria toda a história e com sua narrativa simples e ao mesmo tempo intensa, me fez chorar antes mesmo da página 50!

A autora desenvolveu a sua história com influência em outros livros com a mesma temática e eu gostei tanto desse enredo que até procurei esses exemplares em que ela se baseou para poder ler de tanta saudade que fiquei da história.

A menina ia e vinha sem aviso, o que deixou Jack nervoso. Havia algo de fantasmagórico em seu comportamento e em sua aparência, seus cílios congelados e o olhar azul, a forma como ela se materializava saindo da floresta.

Em relação ao final, só posso dizer uma coisa: devastador. Uma parte de mim sabia como o livro provavelmente terminaria, mas nada me preparou para o que li, o que resultou em um choro compulsivo e uma vontade imensa de ir até o Alasca e mandar a autora reescrever aquele final.


A editora fez um excelente trabalho! A capa, a diagramação, as páginas, tudo remete e a história e deixa o livro ainda mais perfeito. Não sei se eu consegui transmitir o que eu queria, então para reforçar, eu repito: comprem, leiam esse livro! 

A Menina da Neve me tocou de uma maneira tão intensa que é difícil explicar. Só de fazer a resenha, sinto aquele aperto no peito que senti quando eu terminei o livro e olha que já faz uns dias. Com certeza o livro entrou para os meus favoritos e deveria entrar para o de vocês também. Super recomendo a história!

10/12/15

Promoção: O Clube da Meia-Noite

Olá, queridos! Como vocês estão?

Eu sei que estou sumida aqui do blog, mas eu prometo - e dessa vez é de verdade - que em breve as postagens voltarão, pois agora eu estou de férias e o tempo voltou a existir para a minha pessoa!

Deixando as conversas de lado e indo ao que interessa, hoje eu trago uma super promoção em parceria com vários outros blog incríveis! Para quem não sabe, O Clube da Meia-Noite completa 5 anos agora em janeiro e para comemorar em grande estilo, vários blogs se uniram para presentear vocês, nossos queridos leitores. Confiram a promoção:









a Rafflecopter giveaway

Regras

- Haverá apenas um ganhador para cada Kit;
- Preencher corretamente o formulário Rafflecopter. Após seguir as orientações de cada formulário, chances-extras aparecerão. Quanto mais delas cumprir, maior será sua chance de ser sorteado
- Os livros serão enviados em até 45 dias após a divulgação do resultado;
- Ter endereço de entrega no Brasil.


A promoção vai até o dia 20 de janeiro de 2016 e o resultado sairá alguns dias depois. Não deixem de seguir todas as regras direitinho e boa sorte para todos!

11/11/15

Resenha :: Amor Imortal

Amor ImortalLivro: Amor Imortal
Autora: Ana Carolina Kj
Editora: Novo Conceito
Páginas: 254 
Nota: 
Sinopse: Após a morte de seu pai, Anna Bonnier tenta recuperar um pouco de sua felicidade ao viajar para uma estação de esqui com sua melhor amiga, Loreta. Entretanto, o que era para ser um simples passeio, acaba por se tornar um desafio sobrenatural.
Anna conhece o enigmático Raziel e percebe uma forte conexão que vai além da realidade, sobretudo quando descobre que o sentimento que tem por ele atravessa os séculos.
Aos poucos, a proximidade que constroem juntos traz novos riscos. O relacionamento amoroso que ela sempre desejou pode desaparecer de forma trágica, assim como o homem que abriu seu coração.
Passado, presente e futuro caminham juntos nessa emocionante história de amor e sedução, em que a realidade é capaz de alterar, a qualquer momento, o destino de cada um deles.

Resenha

Ainda estou na vibe de ler histórias com anjos, então quando Amor Imortal chegou aqui em casa, não perdi tempo e logo comecei a lê-lo.


O livro conta a história da jovem Anna Bonnier, depois da morte de seu pai ela ficou cabisbaixa e
triste por conta de sua perda e não deixava mais ninguém se aproximar. Disposta a tirar a amiga dessa situação, Loreta a levou a uma viagem até Aspen, para que Anna curtisse um pouco a neve e se envolvesse com alguém para esquecer um pouco da sua dor.

Embora sua amiga tivesse morrendo de amores por Marcos, Anna não conseguia se sentir atraída por Erick, o par que Loreta lhe arranjou. Ela sentia algo muito estranho em relações a eles, sentimento que sua amiga parecia não compartilhar.
Suspirei amedrontada. Eu tinha de começar a seguir meu coração. Desde muito, pressentia que algo estava errado.
Entretanto, tudo mudou quando ela conheceu o misterioso Raziel, com uma beleza exuberante ele despertou sensações em seu corpo que a muito tempo ela não sentia e Anna sentia que conhecia ele a tempos, havia uma forte ligação entre eles. Não demorou muito para Anna descobrir a verdade sobre Raziel e sobre o seu passado e perceber que sua vida e o seu romance com seu amado estavam em perigo.


Amada Imortal é uma daquelas histórias clichês - no bom sentido - que conquistam e viciam. Seus personagens são muito bem constituídos e cativantes, logo de cara me apaixonei pelo casal principal, embora tenha achado que o romance entre eles aconteceu muito rápido, mesmo com os acontecimentos passados.
Sem dúvida, eu me arriscaria por ele, me arriscaria para conseguir ser feliz, para me sentir completa e amada. O amor dele era o complemento da minha alma, a razão de tudo o que eu era... Passado, presente e futuro.
A história cheia de mistério faz com que você vá devorando as páginas, adorei as situações que a autora criou e a forma como desenvolveu os fatos. Algumas partes me lembraram outros livros de anjos que eu li, mas Amor Imortal tem um toque único que realmente vicia!


A editora fez um trabalho excelente, a diagramação está ótima! A capa nem preciso falar, né? Está muito, muito linda! Fiquei babando horas nela.
Nossas almas se ligaram de uma maneira inesquecível. A nossa jornada estava apenas começando, mas, agora, eu tinha esperança - um sentimento que há muito tempo eu não tinha.
Enfim, super recomendo a história para todos que gostem de um pouco de romance e sobrenatural. Com um toque de hot, mistérios, suspense e muita paixão, Ana Carolina KJ criou uma história intrigante e apaixonante, com um final que deixa você com aquele gostinho de quero mais!

02/11/15

Quote: Se eu ficar


As vezes você faz escolhas na vida e as vezes as escolhas fazem você.
- Se eu ficar

29/10/15

Resenha :: Métrica

MétricaLivro: Métrica
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera
Páginas: 299
Nota: 
Sinopse: O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina.
Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor. 

Resenha

Quando eu terminei Um Caso Perdido e percebi que não tinha a continuação, fiquei ansiosa por mais histórias escritas pela Colleen. Procurando algo para ler na minha estante, me deparei com Métrica, um livro que eu tinha comprado há tempos atrás em uma promoção e nem lembrava mais que tinha ele. Nem preciso dizer que comecei a lê-lo o mais rápido possível, né?

Métrica conta a história de Layken, uma jovem que após a morte do pai tem que se mudar para outra cidade com a sua mãe e seu irmão mais novo por problemas financeiros. Ela tenta aos poucos recomeçar a viver a sua vida, mas o pai fazia uma enorme falta para ela.
Não foi a morte que deu um murro em você, Layken. Foi a vida. A vida acontece. Merda acontece. E acontece muito. Com muita gente.
Will, um jovem que mora na casa a frente da sua torna essa difícil realidade um pouco mais fácil. Ele sabe o que é não ter mais um pai por perto, afinal ele é tudo o que restou a seu irmão mais novo também. O fato de uma intensa conexão rolar entre eles ajuda, e logo os dois se veem apaixonados.

Como dizem: felicidade de pobre dura pouco e Lake e Will percebem isso. Um simples detalhe acaba se revelando um obstáculo enorme na vida do casal, que percebe que não podem ficar juntos. Como se isso já não fosse o suficiente, Lake descobre que a desculpa da mãe para terem se mudado era mentira e que sua vida se tornaria ainda mais difícil em breve.
Neste momento, não sou mesmo capaz de compreender como deve ser ter o coração partido de verdade. Se eu sentir uma dor apenas um por cento mais forte do que já estou sentindo, abdico do amor. Não vale a pena.
Se eu já havia me apaixonado pela Colleen quando terminei de ler Um Caso Perdido, agora eu quero me casar com essa mulher! Imaginem aquela história maravilhosa que te conquista logo na primeira página e te faz sofrer de amor e de pena dos personagens durante o livro todo. Métrica é assim!

O romance entre Lake e Will não é cheio de enrolação, mas também não parece algo forçado nem muito rápido. Logo no começo nos apaixonamos por esse casal, mas não demora muito até eles não poderem mais ficar juntos, o que não magoa somente eles, mas a nós também.

Esse é mais um daqueles livros que eu não tenho palavras para explicar o quanto eu gostei e o quanto bom é. Cheia de romance, perdas e superações, Colleen mais uma vez mostrou que é uma ótima autora. Eu adorei os personagens, eles são muito cativantes! E as poesias que eles (na verdade a Colleen) criaram são realmente bonitas, Métrica é um livro bonito!
Toda mulher deve ser capaz de responder três perguntas antes de se comprometer com um homem. Se disser ‘não’ a qualquer uma das três, saia correndo. […] Ele a trata com respeito o tempo inteiro? Essa é a primeira pergunta. A segunda é: se, daqui a vinte anos, ele fosse exatamente a mesma pessoa que é hoje, você ainda assim se casaria com ele? E, finalmente, ele faz com que você queira ser uma pessoa melhor? Se conseguir responder ‘sim’ às três em relação a uma pessoa, então encontrou um homem decente.
A editora fez um ótimo trabalho! Adoro a diagramação que a Galera usa na maioria dos livros deles. Páginas ótimos e letras e margens em um ótimo tamanho! A capa é simples, mas linda! Eu gostei muito, muito mesmo.

O final é torturante! Eu terminei o livro em prantos, eu chorava de soluçar mesmo! Resumindo: leiam! A Colleen Hoover conseguiu me conquistar com mais essa leitura e Métrica é o mais novo habitante das minhas listas de melhores livros lidos e melhores de 2015! Super recomendo.

19/10/15

Quote: Apenas um dia


Do lado de fora, eu esperava que estivesse escuro, mas não, ainda é dia. Dias como este duram anos. Justamente os dias que queremos que durem são aqueles que se vão em um, dois, três segundos.
- Apenas um ano