06/12/2014

Resenha :: Para onde ela foi

Olá, leitores! Como vocês estão?

Como prometido o blog voltou com suas postagens regulares! Estou contando com a ajuda de duas colaboradoras, a Mikka e a Ellem, e em breve estarei recrutando mais ajudantes ♥ Mas hoje não vim para falar do que está ocorrendo aqui no blog, e sim para trazer para vocês uma resenha que eu estou enrolando a séculos para escrever!

Para onde ela foiLivro: Para onde ela foi
Autora: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Páginas: 239
Nota: 
Sinopse: Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.

Resenha

Quando esse livro chegou aqui em casa meu primeiro impulso foi começar a lê-lo. Quem leu minha resenha sobre Se eu ficar, tanto do livro, quanto do filme, deve ter percebido que eu me apaixonei pela história.

Cuidado! Pode conter spoiler de Se eu ficar. Leia a resenha do primeiro livro aqui.

Para onde ela foi começa alguns anos depois do acidente que deixou Mia sem sua família. Adam foi o motivo que fez ela voltar à vida, mas diferente da promessa que ele havia feito para ela, eles não permaneceram juntos.



Faz 3 anos que Adam não vê Mia, desde aquele dia que ela foi embora para Juilliard e deixou o jovem cantor sozinho, a vida dele nunca mais foi a mesma. No começo estava tudo bem, eles mantinham contato e levavam uma relação a distancia, mas quando Mia simplesmente parou de atender as suas ligações e responder aos seus e-mail, Adam entrou em uma depressão,  e toda a sua dor acabou virando o álbum Collateral damage, que fez a banda Shooting Star o sucesso que ela é.
Faria aquela promessa milhares de vezes e a perderia milhares de vezes para tê-la ouvido tocar a noite passada ou vê-la esta manhã à luz do sol.
Mesmo com aluns problemas de ansiedade e meio afastado da banda, Adam está bem. Mesmo não amando Brin, sua nova namorada, ficar com ela lhe deixa um pouco feliz. Tudo estava andando certo em sua vida, até que um simples panfleto de uma orquestra muda tudo.

Deixando a emoção falar mais alto, Adam entra para assistir ao recital em que Mia, seu grande amor, estava tocando. Sua ideia era se sentar, ouvir ela tocar e depois ir embora, mas quando a famosa violoncelista o chama até seu camarim, tudo pode mudar.
Quando se fala em sentimentos, você nunca sabe realmente como a ausência de uma pessoa vai afetar mais do que a de outra.
Eu fui cheia de sede ao pote, e quando percebi a água não estava tão gelada assim. Parece loucura o que eu acabei de dizer, mas vou explicar para vocês: como eu tinha dito anteriormente, eu estava doida para ler o livro e não perdi nem um segundo para isso, fui correndo e comecei a história. Para onde ela foi é um livro bom, a história é realista (na medida do possível) e podemos ver uma evolução em todos os personagens, o que é ótimo para um segundo volume.

Infelizmente ele não supriu minhas expectativas. Quando li Se eu ficar, eu dei 4 estrelas para o livro, hoje em dia teria dado 5 se comparado a Para onde ela foi. O que estou tentando dizer é que o livro não é ruim, apenas não é tudo isso.

Gayle conseguiu manter e aprimorar a essência nesse segundo volume, como eu já citei os personagens evoluíram, a história não foi aquela melação que romances costumam ter e não teve aquele final clichê.



A diagramação do livro segue o padrão do primeiro, ou seja, está uma lindeza! As notas musicais em todas as páginas são um encanto. Infelizmente não gostei tanto dessa capa, quando vi o filme teimei a aceitar que Chlöe Grace fosse a Mia, mas depois acabei aceitando essa ideia e não consigo imagina-la de outra forma.



Resumindo: super indico a leitura para todos que tenham lido o primeiro ou até mesmo assistido o filme. É uma história leve, com uma narração leve e fácil! Um livro para ser lido em uma tarde acompanhado de um bom chocolate quente!

1 comentários

  1. Cara, que medo! hahaha ... explico: comprei o meu esses dias e estou cheia de cede ao pote ... kkkkkkkk ... agora vou ser um pouco mais cautelosa e não esperar tanto assim, valeu a dica!!

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir